Páginas

quarta-feira, 25 de maio de 2016

FELIZ DIA DO ORGULHO NERD + WISHLIST

We Heart It


Esse post deveria ter ido ao ar ontem, mas como eu estava me preparando para um seminário que apresentei hoje (deu tudo certo, haha) não tive tempo, mas o Dia do Orgulho Nerd é hoje, então estou em dia ainda.

Já faz uns anos que vejo sempre nessa mesma data as pessoas falando de uma tal comemoração da toalha e ficava sempre boiando (sem entender), também nunca tive a curiosidade de ir atrás de saber do que se tratava.

Esse ano resolvi fazer um post comemorativo e fui atrás de entender melhor sobre essas comemorações (nunca é tarde né?). Perguntando a uma amiga minha e pesquisando em sites eu descobri (o que muuita gente já sabe) que dia 25 de maio é a data na qual homenageiam Douglas Adams, o autor de O Mochileiro das Galáxias. Eu não sabia o motivo de comemorarem o Dia da Toalha, até que minha amiga explicou dizendo que o Douglas, autor dos cinco livros, diz nos mesmos que a toalha é o objeto mais importante que uma pessoa poderia portar para viajar pelo espaço, pelo motivo dela te esquentar quando você sentir frio, dela te enxugar quando você estiver molhado, além de servir como travesseiro, acessório, roupa, enfim. Pelo o que li, os fãs começaram a carregar uma toalha no dia 25 de maio, na segunda semana após o falecimento do escrito.

Tava olhando outros sites, e vi no Mundo Geek que nesse dia, 25 de maio, também é comemorado o Dia do Orgulho Nerd que passou a ser nesta data por ter sido, exatamente, no dia 25 de maio de 1977 que estreou nos cinemas Star Wars Episódio IV: Uma Nova Esperança (o primeiro filme da famosa saga criada por George Lucas).

Aproveitei que recebi uns e-mails de umas editoras que sou cadastrada e selecionei 5 livros da Companhia das Letras para vocês conhecerem e quem já conhece pode comentar sobre o que achou da leitura.



                                                                                                                       
O Cerne da Matéria | A aventura científica que levou à descoberta do bóson de Higgs | Rogério Rosenfeld

Em 'O cerne da matéria', o físico brasileiro Rogério Rosenfeld retraça todo o caminho que levou à construção do LHC. Do ponto de vista privilegiado de quem trabalhou como pesquisador no próprio CERN, na Suíça, utilizando dados do LHC para seus estudos, Rosenfeld desvenda a longa batalha política que culminou no acelerador. Mais que isso, oferece um rico panorama histórico dos avanços científicos atrelados ao LHC, inserindo a descoberta do bóson de Higgs numa narrativa esclarecedora e empolgante sobre as fronteiras da ciência e sobre os homens que ousaram desafiá-las. Com quase trinta quilômetros de circunferência e instalado a uma profundidade de aproximadamente 100 metros, o acelerador de partículas LHC, sigla para Large Hadron Collider, é uma das grandes expressões do engenho humano, comparável em escopo apenas à exploração espacial e ao mapeamento do genoma. Num projeto de mais de duas décadas, que envolveu milhares de engenheiros e pesquisadores de cerca de cem países, e que contou com o envolvimento de dezenas de universidades e centros de pesquisa, o LHC foi concebido com o intuito de aumentar nosso entendimento acerca da estrutura da matéria e do cosmos.

Além de levar ao limite do possível as investigações de ponta da física de partículas, o LHC é também um celeiro de tecnologias que tiveram grande impacto em nosso cotidiano, das técnicas modernas de ressonância ao próprio surgimento da internet. Situado na fronteira entre a França e a Suíça, e gerido pelo CERN, um consórcio europeu de pesquisa nuclear, o LHC foi o responsável por desvendar recentemente um dos maiores mistérios científicos de nosso tempo, ao provar a existência do bóson de Higgs, uma partícula que explicaria a origem da massa de todas as partículas elementares.

Breve História de Quase Tudo | Do big-bang ao Homo sapiens | Bill Bryson

Ao constatar que ignorava o porquê dos oceanos serem salgados, o renomado escritor e cronista Bill Bryson percebeu, com certo desagrado, que tinha pouquíssimo conhecimento sobre o planeta em que vivia. A indagação o propeliu à tarefa épica de entender - e explicar - tudo o que sabemos sobre o mundo. 
Bryson parte da origem do universo e segue até os dias de hoje, tratando de assuntos relacionados à física, geologia, paleontologia e todas as outras disciplinas que considerava "maçantes" na escola. Antítese do texto didático tradicional, sua prosa foge dos jargões técnicos sem nunca abrir mão da profundidade. A preocupação do autor está em entender como os cientistas realizam suas descobertas. Para compilar esta Breve história de quase tudo, Bryson consultou dezenas de obras e pesquisadores e montou o que pode ser considerado um delicioso guia de viagens pela ciência. 

Jonathan Strange & Mr. Norrell | Susanna Clarke

A prática da magia foi considerada extinta da Inglaterra desde os tempos medievais do Rei Corvo. Em 1806, aqueles que se intitulam magos são apenas estudiosos da história da magia. Mas, um dia, dois desses magos teóricos resolvem investigar os motivos do desaparecimento da magia. E assim conhecem Mr. Norrell, um mago recluso que desafia a todos ao mostrar seus poderes. Para provar que a magia ainda existe, Mr. Norrell reúne os magos teóricos na catedral de York e faz com que as estátuas de pedra comecem a falar. Em troca de seu ato, exige a imediata dissolução da Sociedade de Magos. Agora com fama e poder, ele abandona a reclusão e vai para Londres, onde colabora com o governo no combate a Napoleão Bonaparte. Começa então a colocar em prática seu plano secreto de controlar a magia na Inglaterra. Tudo vai bem, até o momento em que seu discípulo, o arrogante e impetuoso Jonathan Strange, resolve se rebelar contra a visão restrita de Norrell sobre o lugar destinado à magia. Strange decide seguir seu próprio rumo como mago e resgatar os poderes do lendário Rei Corvo, mas acaba colocando em risco a si próprio, aos que o cercam e à toda a Inglaterra. 

A Queda dos Reinos #1 | Morgan Rhodes

Numa terra em que a magia havia sido esquecida e a paz reinara durante séculos, uma agitação perigosa ganha forma quando três reinos começam a lutar pelo poder. Entre traições, negociações e batalhas, quatro jovens terão seus destinos entrelaçados para sempre: Cleo, a filha mais nova do rei de Auranos; Magnus, o primogênito do rei de Limeros; Jonas, um camponês rebelde de Paelsia; e Lucia, uma garota adotada pela família real de Limeros que busca a verdade sobre seu passado. Em A queda dos reinos, Morgan Rhodes constrói uma mitologia complexa e fascinante, que mistura amor proibido, intrigas políticas e profecias milenares. Narrado pelos pontos de vista dos quatro protagonistas, este é o primeiro volume da série.

Ficando longe do fato de já estar meio que longe de tudo | David Foster Wallace

O livro reúne alguns ensaios de David Foster Wallace. Com a proposta de fornecer uma porta de entrada ao universo literário do autor, o volume abriga três reportagens - entre elas o 'texto do navio', o relato de um cruzeiro pelo Caribe -, uma palestra sobre Kafka, uma crônica sobre o tenista Roger Federer e 'Isto é água', o discurso de paraninfo que se difundiu pela internet. Na reportagem que dá título ao livro, Wallace, enviado pela Harper's a uma feira agrícola em Illinois, sai com uma crônica sobre o estilo de vida americano. Em 'Pense na lagosta', o autor aproveita a visita a uma feira gastronômica para refletir sobre a legitimidade ética de ferver lagostas vivas para degustá-las. Ao tratar desses e de outros temas, o autor busca ignorar as convenções da apuração jornalística e se concentra nos detalhes mais inusitados.

                                          
E ai, já leu alguma dessas indicações?? Gostou??



Até a próxima,
Suh.

2 comentários:

  1. Mundo Nerd, meu mundo rsrs, amei seu blog e estou te seguindo, beijos

    http://www.ritinhaangel.com.br/

    ResponderExcluir

Gostou? Então participa comentando abaixo ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...