Páginas

terça-feira, 14 de outubro de 2014

FILME | (500) DIAS COM ELA



Título Original: (500) Days of Summer
Gênero: Comédia; Drama; Romance
Direção: Marc Webb
País de Origem: EUA
95 minutos


Quando Tom, azarado escritor de cartões comemorativos e românticos sem esperanças, fica sem rumo depois de levar um fora da namorada Summer, ele volta a vários momentos dos 500 dias que passaram juntos para tentar entender o que deu errado. Suas reflexões acabam levando-o a redescobrir suas verdadeiras paixões na vida.




Oh God!! O que é esse filme na vida da pessoa? Não consigo entender o porquê da minha demora em assistir. Sério!

O filme é maravilhosamente maravilhoso - opa, acho que tem um pleonasmo aí kkkk.

Bom, vamos para um breve comentário:
Se tu achas que (500) Dias Com Ela é uma história linda, um romance meloso como você já está cansado de ver nas histórias do Nicholas Sparks - nada contra hehe - lhe informo que essa não é a temática do filme.

Fala de romance? Relacionamentos amorosos? Briguinhas e reconciliações? Cineminha juntinho? Sim, fala de tudo isso ai, porém, nada dessa carga romântica e melosa demais que o Nicholas tanto adora.

(500) Dias Com Ela mostra a nossa realidade dura mas não cruel. Com uma maneira fofa e meiga ele mostra como são a maioria dos relacionamentos.

Tom Hansen trabalha escrevendo cartões comemorativos. Em uma reunião, seu chefe, Vance, chama sua nova assistente e lhe apresenta a Tom. Ele, que não é o cara mais feliz do mundo, olha para a nova assistente de seu chefe, Summer, e acredita que ela seja sua alma gêmea.

Quando o pessoal do escritória onde ele trabalha resolvem se reunir em um Karaokê, Tom logo enxerga uma oportunidade de conversar com Summer.

Os dois começam a conversar e Summer logo diz que não acredita em amor. Que toda essa coisa linda e colorida na qual Tom espera para ter a felicidade completa, na verdade, não existe. É uma ilusão!

No decorrer do filme - cheio de flash backs - podemos ver uma maior aproximação deles dois e isso, como é de se esperar, acaba em beijos e uns amassos já que ninguém é de ferro ;)

Eles têm uma rotina normal de casais que estão se conhecendo.

Com o tempo vamos notando que Tom está cada vez mais envolvido, porém, Summer não demostra o mesmo - outra coisa que acho comum de acontecer em relacionamentos não-ficcionais.

Bom, isso causa um estresse entre os dois, já que Tom quer um relacionamento sério e Summer só um lance casual.

O final não poderia ser mais impressionante. Imprevisível!! Um final perfeito para um filme muito bom e com um roteiro maravilhoso.

Fiquei simplesmente pasma, chocada. Não poderia ser melhor já que eles simplesmente quiseram transmitir a verdade da vida, dos relacionamentos: amores vêm e vão! Esteja sempre preparado para sua chegada, as vezes ele vem com tudo e pode causar um tremendo estrago. Se isso acontecer: força e cabeça erguida. As dores machucam mas também fortalecem.



Trailer




E vocês que já assistiram, gostaram??

Suh.

2 comentários:

  1. Hey! Eu já assisti também ao filme e ele me causou muitas sensações, inclusive alguns sentimentos como o de raiva haha', mas depois eu acabei aceitando o fato de que nenhum relacionamento é igual aos da ficção, e é por isso que é um filme tão bom *-*

    Beijos!
    http://heartbreaker-girls.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também senti raiva, dela principalmente, mas depois entendi.. Apesar de ser uma ficção, é um exemplo do que pode acontecer ou do que já aconteceu na vida de alguém.

      Excluir

Gostou? Então participa comentando abaixo ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...